quinta-feira, 29 de janeiro de 2015

Noite de Cha Cha Cha

Simples, prático e sem surpresa. O FC Porto derrotou a Académica (4 x 1) e está na próxima fase da Taça da Liga. Jackson Martínez brilhou numa noite em que jovens avançados também se mostraram em bom nível.
Entrada forte, com alguma intensidade (não muita mas nem era preciso) de um FC Porto perante uma Académica que tentou aguentar a pressão Azul e Branca mas demorou apenas seis minutos até ver Jackson Martínez abrir o marcador. Disparate de Aníbal Capela, como último homem, a permitir o roubo de bola do Colombiano, que fuzilou à entrada da área.
Sem nunca conseguir equilibrar as despesas da partida, os Estudantes viram a turma de Lopetegui valer duas virtudes. Primeiro, a circulação de bola foi rápida e pelos flancos, como se previa, com Tello muito participativo nas acções de ataque, sempre com o apoio de José Ángel, que se apresentou em bom nível mostrando que Alex Sandro tem forte concorrência pelo lugar canhoto da defesa. Depois, a formação Portista soube desmontar a teia defensiva que Paulo Sérgio criou.
Perante uma Académica que ia perdendo constantemente a bola nos raros momentos em que a tinha, a turma Azul e Branca “canalizava”, sobretudo, muito jogo pela esquerda em busca de Tello. Muito discreto estava Evandro, que não ajudava em nada no jogo entre linhas.
Ao intervalo, vantagem mínima de um FC Porto muito trabalhador perante uma Académica praticamente inofensiva e que teria de ter uma postura muito mais atrevida se quisesse levar algo da invicta.
No segundo tempo, Lopetegui trocou os extremos. Ricardo Pereira foi para a esquerda, onde mais se ia atacando no FC Porto, e Tello caiu para a direita. Mas o momento de magia da partida chegaria perto da hora de jogo. Aos 58 minutos, na sequência de um canto, Jackson bisou. Que momento sublime do Cha Cha Cha. Pela esquerda, o canto foi cobrado ao primeiro poste, onde, de primeira, o colombiano se antecipou de calcanhar, com a bola a meia altura. Golo monumental no Dragão.
O que se viu até final foi um FC Porto a ver crescer Gonçalo Paciência perante uma equipa dos Estudantes que só conseguiu reagir por M´Bala Nzola. Lance de Hugo Seco pela direita, cruzamento rasteiro para o jovem de 18 anos, que atirou para o fundo das redes de Helton. Mas a felicidade do golo dos de Coimbra demorou pouco tempo. É que Gonçalo Paciência, que tinha rendido Jackson, fez o 3 x 1. O atacante, de 20 anos, recebeu pela direita, já dentro da área, fez um drible que enganou o adversário e, em movimento para dentro, rematou para o golo.
A noite para mais tarde recordar do atacante tinha ainda novo momento reservado. Nos últimos 10 minutos, Gonçalo Paciência entrou na área e foi travado por um adversário. Grande penalidade assinalada e convertida com sucesso por Evandro, que fixou o 4 x 1 final, resultado que deixa os Portistas na próxima fase onde vão medir forças com o Marítimo. 

Retirado de zerozero 

Melhor em Campo: Jackson Martinez

quarta-feira, 28 de janeiro de 2015

Hora do lado B (outra vez)

Em termos futebolísticos o mês de janeiro tem feito lembrar uma cassete. Ora temos o lado A do Futebol Clube do Porto a jogar, ora temos o seu lado A ora temos o lado B. E diga-se desde já que o B tem jogado melhor qualquer coisinha que o A, mas é preciso termos em linha de conta que o lado B tem disputado jogos treinos e não partidas oficiais.
 
Ora bem como Janeiro ainda não terminou eis que mais logo temos mais um jogo treino para que o lado B do Dragão mostre a sua valia. 
 
É o tipo de jogo ideal para Lopetegui pois não se dá pelos disparates do Técnico dado que os adversários não têm lá grande interesse no jogo. Então a Académica, desde já grata por não ter de andar a jogar mais de graça nesta tal de “Taça” da Liga, eliminada que está de certeza que vai fazer pouco ou nada em campo. Antevê-se, sem sombra de dúvida, uma noite de glória para Lopetegui que tanto enche de orgulho os Dirigentes, Associados e Adeptos Portistas.
 
Sem mais demoras passemos à lista de convocados do FC Porto porque quando o assunto é a tal de “Taça” nada mais interessa. E aqui temos que o guarda-redes Ricardo Nunes, o defesa Reyes e o médio Evandro são as novidades na lista de convocados de Julen Lopetegui para a recepção à Académica (20h45), no Estádio do Dragão, a contar para quarta jornada do grupo D da terceira fase da “Taça” da Liga. Os Dragões lideram com sete pontos, enquanto a formação de Coimbra segue na terceira posição, com três.
 
Relativamente à convocatória para o jogo com o Marítimo, na Madeira, o mais recente compromisso oficial dos Azuis e Brancos e referente à 18.ª jornada da Liga Portuguesa, saem da lista Fabiano, Maicon, Alex Sandro e Casemiro. 
 
Lista de 18 convocados: Helton e Ricardo Nunes (g.r.); Danilo, Martins Indi, Marcano, Quaresma, Jackson Martínez, Quintero, Tello, Reyes, José Ángel, Evandro, Herrera, Ricardo, Campaña, Óliver Torres, Rúben Neves e Gonçalo Paciência.
 
Onze provável (4x3x3): Helton, Ricardo, Marcano, Reyes, José Ángel, Campaña, Evandro, Rúben Neves, Tello, Quintero e Gonçalo Paciência
 
Vamos tentar disponibilizar alguns streams para que possam seguir este jogo Treino em directo. Passem pelo Blog perto da hora do jogo.

terça-feira, 27 de janeiro de 2015

O Cantinho das Modalidades

Andebol
 
O FC Porto sofreu a primeira derrota da época em competições nacionais, ao perder em casa frente ao ABC, por 30 x 25, em jogo em atraso da 16.ª jornada do Andebol 1. Os Hexacampeões, que contavam por vitórias os 15 encontros já disputados na competição, mantêm no entanto o primeiro lugar, com 46 pontos, mais três do que o ABC, que é segundo. Os Dragões devem o resultado negativo a uma segunda parte desinspirada, com muitas falhas técnicas.
 
No regresso do andebol ao Dragão Caixa, 39 dias depois, o ABC somou o nono triunfo consecutivo e os Portistas terão de recuperar o ritmo perdido com a paragem de Natal e Ano Novo.
 
Na jornada seguinte o FC Porto regressou às vitórias no Pavilhão Municipal da Maia, ao vencer a ADA Maia por 28 x 22, em partida da 17.ª jornada do Andebol 1. Com Miguel Martins (5 golos), Hugo Santos (4 golos) e Alfredo Quintana em excelente plano e frente a uma agressiva formação Maiata, os Hexacampeões nacionais tiveram de puxar dos galões para voltar aos resultados positivos na competição.
 
Hóquei em Patins
 
O FC Porto Fidelidade venceu o Tigres de Almeirim, por 8 x 2, em encontro da 15.ª jornada do Campeonato nacional, disputada no Dragão Caixa. Ao contrário da partida da primeira volta, os Azuis e Brancos não tiveram desta vez grandes dificuldades em bater os Ribatejanos, num jogo em que Ricardo Barreiros, Caio e o capitão Reinaldo Ventura bisaram.
 
Seguiu-se a deslocação aOliveira DE Azeméis para defrontar a sempre complicada equipa local tendo o FC Porto Fidelidade vencido (6 x 5). O jogo contava para a 16.ª jornada do Campeonato Nacional de hóquei em patins. Com este triunfo, os Azuis e Brancos mantêm a segunda posição na tabela e três pontos de desvantagem em relação ao primeiro classificado.
 
Basquetebol
 
O Dragon Force recebeu e venceu o Ginásio Figueirense (76 x 41), no Dragão Caixa, na 13.ª jornada da Proliga, competição que os Azuis e Brancos lideram isolados, cotando-se como a única equipa que até ao momento soma por vitórias todos os jogos disputados. São já 12 os triunfos consecutivos dos Portistas, que continuam a demonstrar toda a sua superioridade face aos demais adversários.
 
Ainda no basquetebol destaque para a equipa Sub-18 do Dragon Force que se sagrou Bicampeã distrital de basquetebol ao vencer os três jogos da fase final do Campeonato, disputada em Matosinhos.
 
Os Azuis e Brancos derrotaram Clube 5Basket (81 x 46), Guifões (80 x 51) e CD Póvoa (112 x 53) no caminho para a revalidação do Título conquistado em 2013/14. Diogo Brito, extremo/poste do colectivo Portista, foi o MVP da fase final e integrou o cinco ideal, tal como o seu companheiro de equipa, Nuno Sá.

segunda-feira, 26 de janeiro de 2015

Muito orgulho e pouco futebol

Sob pena de poder ver o Benfica aumentar a vantagem na frente do Campeonato, o FC Porto chegou aos Barreiros sem margem de erro. No entanto, os comandados de Julen Lopetegui não foram capazes de iniciar a segunda volta com o pé direito e a derrota frente ao Marítimo coloca os Dragões bem mais distantes da recuperação do título de Campeão Nacional.
 
Nas últimas duas Temporadas os Azuis e Brancos não conseguiram conquistar os 3 pontos em casa do Marítimo e sob o comando de Lopetegui o FC Porto voltou a cair nos Barreiros. O Treinador Espanhol decidiu lançar uma equipa inicial cuja surpresa foi a presença de Juan Quintero em vez de Cristian Tello, mas a aposta saiu ao lado. Prova disso é que ao intervalo o Espanhol entrou para o lugar do Colombiano.
 
A velocidade do extremo emprestado pelo Barcelona para jogar pelos flancos fez falta na primeira parte. A presença de Quintero visava privilegiar a forma habitual de jogar de jogar do FC Porto, com a bola na sua posse. No entanto, o jogo tornou-se demasiado canalizado (e previsível) para Ricardo Quaresma, que acabou por ter a melhor oportunidade para marcar, quando driblou Rúben Ferreira e viu Salin defender o remate executado com a parte exterior do pé. Estavam decorridos 41 minutos.
 
Nessa altura já os Dragões estavam em desvantagem no marcador. O Marítimo conseguiu resistir ao maior ascendente do FC Porto na partida e a base da resistência teve essencialmente dois pilares: Danilo Pereira e Fernando Ferreira, os dois médios Madeirenses com características mais defensivas e que «secaram» Óliver Torres. Aliado a isso, a equipa treinada por Leonel Pontes foi eficaz, aproveitando a primeira situação que teve para marcar para inaugurar o marcador através de um remate de belo efeito de Bruno Gallo, apesar da oposição de Maicon. Fabiano não teve qualquer hipótese de defesa para impedir o golo à passagem da meia hora.
 
Na segunda parte, já com Tello no lugar de Quintero, a toada manteve-se. O FC Porto teve mais bola, o Marítimo raramente se aproximava da área do adversário e a primeira grande ocasião dos dragões na etapa complementar surgiu na sequência de um canto, em que Casemiro e Bruno Martins Indi, apesar de estarem em boa situação, não conseguiram bater Salin.

Com meia hora para jogar, Julen Lopetegui mexeu no esquema tático, na tentativa de ainda ir em busca dos 3 pontos. O Treinador Espanhol abdicou de Herrera e Bruno Martins Indi e colocou em campo Gonçalo Paciência e Rúben Neves. Os Dragões passaram a jogar em 4x4x2, com Gonçalo ao lado de Jackson Martínez e Rúben Neves a ser o primeiro construtor de jogo, recuando Casemiro para a beira de Maicon.
 
Aconteceram as alterações e logo a seguir foi por manifesta falta de sorte que o FC Porto não chegou ao empate. Cristian Tello rematou ao poste e na recarga, Ricardo Quaresma defendeu para defesa de Salin. O guarda-redes Francês mostrava-se intransponível e tornava-se no principal responsável pelo facto dos visitantes ainda não terem chegado ao empate.
 
No último quarto de hora, os Dragões ainda jogaram em superioridade numérica, depois de Gonçalo Paciência ter sofrido falta de Rúben Silva e do defesa do Marítimo ter visto o segundo cartão amarelo. Porém, a equipa de Leonel Pontes manteve a organização defensiva e mesmo nos momentos de maior aperto teve coração para segurar a vantagem, regressar às vitórias e atrasar o FC Porto na luta pelo Título.
 
Retirado de zerozero
 
Melhor em Campo: Jackson Martinez

domingo, 25 de janeiro de 2015

Segunda oportunidade

Este Domingo marca o início da segunda volta do Campeonato Português. Uma segunda oportunidade vai ser dada a Julen Lopetegui e seus pupilos que tem a clara missão de conquistar o Título de Campeão Nacional.
 
Esta “Segunda Vida” do Dragão arranca na Madeira ante o Clube Sport Marítimo. Um adversário sempre complicado de se defrontar no seu “Caldeirão” ou não tivessem estes Leões de Almirante Reis um certo prazer em derrotar o Futebol Clube do Porto, fruto da sua costela Encarnada.
 
E que dizer deste marítimo de Leonel Pontes? Primeiro que tudo que é manifestamente irregular. É verdade que o antigo Adjunto de Paulo Bento não tem muitas opções de qualidade no seu Plantel e que parece ter alguns problemas em disciplinar os seus Atletas, mas os Maritimistas tanto conseguem levar acabo um excelente jogo onde dominam e marcam golos, como são capazes de jogar muito mal e perder sem honra nem glória. Podemos dizer que é uma equipa em construção que dificilmente alcançará o objectivo de se qualificar para as Competições Europeias.
 
Uma chamada de atenção para o portentoso avançado dos madeirenses de nome Moussa Maazou. O Africano é uma dor de cabeça constante para as defesas adversárias e apesar de alto e forte não é nada tosco, sendo senhor de uma técnica acima da média e um faro para o golo como poucos. Trata-se de um Jogador que deve ser sempre alvo de muita atenção da defesa Portista e não só.
 
​Quanto aos convocados do FC Porto para esta importante partida, Fabiano, Danilo, Maicon, Alex Sandro, Casemiro, Quaresma e Jackson são as seis novidades na convocatória de Julen Lopetegui para o encontro com o Marítimo no Estádio da Madeira (18H), a contar para a 18.ª jornada da Liga. 
 
Comparativamente com a lista elaborada pelo Técnico Espanhol para a visita a Braga, para a Taça da Liga, saem Andrés Fernández, Diego Reyes, Evandro, Víctor García, Kayembe e Adrián López.
 
Lista de 19 convocados: Helton e Fabiano (g.r.); Danilo, Martins Indi, Maicon, Marcano, Casemiro, Quaresma, Jackson Martínez, Quintero, Tello, José Ángel, Herrera, Ricardo, Campaña, Alex Sandro, Óliver, Rúben Neves e Gonçalo Paciência.
 
Onze provável (4x3x3): Fabiano, Danilo, Maicon, Martis Indi, Alex Sandro, Casemiro, Herrera, Óliver Torres, Tello, Quaresma e Jackson.
 
Vamos tentar disponibilizar alguns streams para que possam seguir esta partida em directo: Passem pelo blog perto da hora do jogo. 

sábado, 24 de janeiro de 2015

O Cantinho das Modalidades

Andebol
 
O FC Porto venceu no pavilhão do Boa Hora, em Lisboa, por 39 x 27, garantindo assim o acesso aos oitavos-de-final da Taça de Portugal. Os Dragões controlaram sempre o desafio frente ao primeiro classificado da zona Sul do Andebol 2, tendo chegado ao intervalo já com uma vantagem de sete golos (21 x 14).
 
Os melhores marcadores do encontro foram Gilberto Duarte e Ricardo Moreira, com cinco golos, mas todos os jogadores de campo marcaram, à excepção de Edgar Landim.
 
Realizou-se o sorteio dos oitavos-de-final da Prova na sede da Federação de Andebol de Portugal, em Lisboa, e este ditou um reencontro com o Avanca do distrito de Aveiro, líder da zona Norte do Andebol 2, que ainda na temporada passada estava no escalão principal e que é agora orientada pelo ex-jogador e treinador portista Carlos Martingo. O encontro está agendado para 7 de Fevereiro e terá no lugar no Pavilhão Adelino Dias Costa. 
 
Basquetebol
 
O Dragon Force venceu oTerceira Basket (76 x 41), nos Açores, na 12.ª jornada da Proliga, competição que os Azuis e Brancos lideram isolados, cotando-se como a única equipa que até ao momento soma por vitórias todos os jogos disputados.
 
Ferrán Ventura (16 pontos) foi o melhor marcador do conjunto comandado por Moncho López, mas foi João Gallina (12 pontos e 7 ressaltos) (na foto) a receber a distinção de MVP.
 
Hóquei em Patins
 
O FC Porto Fidelidade empatou com o Valdagno (5 x 5), em partida da quinta jornada do grupo D da Liga Europeia, disputada no Palalido di Valdagno, em Itália. Com este resultado, os comandados de Tó Neves, que já tinham garantido o acesso aos quartos-de-final da competição, asseguraram o primeiro lugar do agrupamento.
 
O FC Porto alinhou com: Nélson Filipe (g.r.), Ricardo Barreiros, Hélder Nunes (2), Jorge Silva e Reinaldo Ventura (cap., 2). Jogaram ainda: Edo Bosch (g.r.), Pedro Moreira, Vítor Hugo, Caio e Rafa (1).
 
Já na Taça de Portugal de Hóquei em Patins o sorteio dos 16-avos-de-final, realizado na sede da Federação de Patinagem de Portugal, em Lisboa, ditou um confronto entre Oliveirense e FC Porto Fidelidade, no Pavilhão Dr. Salvador Machado. As partidas desta eliminatória estão agendadas para 14 de Fevereiro, Sábado.
 
Esta é a primeira ronda em que estão presentes equipas do escalão principal, sendo que este confronto é claramente o jogo grande, já que opõe o quarto classificado (27 pontos) do Campeonato nacional aos Dragões, actualmente no segundo lugar (37 pontos). Curiosamente, as duas equipas defrontam-se já este domingo, às 15H, em partida da 16.ª jornada do Campeonato.